Jardins e varandas amigos das aves

Jardins e varandas amigos das aves
A chegada das aves migratórias assinala a mudança das estações, quando a vida fica tão colorida. Aproveite esta sugestão para sair e desfrutar da natureza e aproveite o seu tempo livre e o seu jardim ou varanda para fazer algo pelas aves! Poderá ter a sorte de receber a visita das espécies migratórias seguidas pelo Spring Alive.
Que tal tornar VIVA a Primavera no seu jardim ou varanda todos os anos? Imagine as vantagens para as aves e para a biodiversidade se as pessoas transformarem os seus jardins ou varandas em locais amigos das aves! Depois partilhe as novidades com a comunidade Spring Alive nas nossas páginas de facebook e flickr.
Transforme o seu jardim ou varanda e seja recompensado com a visita das aves!
 
Sugestões gerais:
 
1. Construa e instale uma caixa ninho!

Starling in a nest box, photo by A. Kogut
Estorninho numa caixa-ninho. Crédito: A. Kogut
• Hoje em dia muitos jardins e casas não têm buracos ou outros espaços para as aves fazerem os seus ninhos, descansarem em segurança longe de predadores e manterem-se quentes durante o Inverno. Veja os links em baixo com sugestões sobre as caixas-ninho mais adequadas para diferentes espécies de aves.
• Mantenha as paredes exteriores das caixas-ninho de madeira com a cor natural ou pintadas de cores claras, para melhor refletir o calor. Nunca pinte o interior das caixas-ninho.
• Localização: escolha locais inacessíveis aos predadores, protegidos da chuva e da luz direta do Sol.
/pt-pt/springalive/nest-boxes-25



2. Jardins amigos das aves
A bird corner at a school yard, photo by K. Fura
Um jardim amigo das aves num pátio escolar. Crédito: K. Fura
• Maximize a variedade: quantas mais espécies de plantas com flores maior o número de pequenos animais que as usam e que delas se alimentam, e mais alimento haverá para atrair as aves ao seu jardim. Escolha espécies nativas do seu país, não crie novos problemas plantando espécies exóticas;

• Dê descanso ao seu corta-relva descansar. Deixe manchas de erva alta e semeie uma mistura de plantas silvestres para atrair insetos e aves;

• Evite o uso de pesticidas, que matam tudo. É melhor recorrer às aves e aos insetos predatórios, como as joaninhas e os escaravelhos, pois os pesticidas acumulam-se na cadeia alimentar e nos recursos aquíferos e podem envenenar muitas espécies animais;
• Plante uma árvore ou arbusto que possa ajudar as aves no futuro. Escolha a planta que melhor se adapta ao seu espaço, podendo até ser uma simples trepadeira num vaso. As plantas podem fornecer abrigo, serem bons locais de nidificação e produzir bagos ou frutas;

• Confirme que não existem ninhos antes de cortar a sua relva.



3. Mais água = mais vida selvagem = mais aves
Robin in a bird bath, photo by B. Fraś
Pisco a tomar banho,. Crédito: B. Fraś
• Construa um pequeno lago: é uma das melhores coisas que pode fazer pela vida selvagem do seu jardim;

• Se a construção do pequeno lago não for viável, não se preocupe. As aves adoram uma simples “banheira”, com alguns centímetros de profundidade e uma rampa. Basta limpar uma vez por semana com uma forte mangueirada e renovar a água todos os dias. Caso hajam gatos é necessário colocar a banheira num local onde estes não cheguem.



4. Comida
Feeding with an apple, photo by I. Strzebońska
Uma maça apetitosa. Crédito: I. Strzebońska

Todos precisamos de uma fonte segura e fiável de comida. As aves não são diferentes de nós.
Alimentar as aves é uma ajuda preciosa sobretudo em situações como, alturas de escassez de alimento no meio natural, quando as aves estão cansadas, quando têm que tomar conta das suas crias, ou quando os invernos são frios e longos.
É também uma excelente forma de ver de perto o fascinante comportamento das aves, as suas divertidas artimanhas e as características individuais das aves que frequentam o seu jardim ou nas zonas próximas da sua casa;

• Não alimente as aves com pão. Pão velho pode criar bolor e prejudicar as aves. Para além disso o pão enche rapidamente o estômago das aves, impedindo-as de atingirem as suas necessidades nutricionais;

• Use uma variedade de sementes, nozes cortadas, grãos e fruta cortada. Comida ideal: sementes de girassol, mistura de sementes, paletes de sebo, flocos de aveia e maças.
• Compre alimentadores de aves e coloque-os longe do alcance dos gatos;

• Substitua com regularidade os alimentos que não são comidos pelas aves e limpe as zonas de alimentação. Desta forma impede que os alimentos apodreçam e sejam uma fonte de doenças;

• Pode aventurar-se a fazer o seu próprio alimentador de aves a partir de uma velha garrafa de plástico ou de uma maça.
http://www.rspb.org.uk/discoverandenjoynature/families/children/makeanddo/activities/birdfeeder.aspx
 


5. Prevenir a ação de animais de estimação predadores

Controle os seus animais de estimação. Os gãos são grandes predadores das aves e das suas crias. Tenha este facto em consideração ao instalar caixas-ninho e alimentadores, colocando-os em locais longe do alcance dos seus felinos.



6. Limpar o lixo

As aves podem ficar presas em sacos de plástico, fios e demais lixo, provocando-lhes ferimentos que as tornam mais vulneráveis aos predadores ou levando mesmo à sua morte. As aves também correm o risco de comer pequenos pedaços de plástico pensando que é comida, provocando fome e outros grandes problemas. As aves podem utilizar pedaços de plástico para construir os seus ninhos, que poderão matar as crias. Por isso é tão importante limpar o lixo.



7. Janelas

Coloque autocolantes, fitas coloridas ou decorações nas suas janelas, para impedir que as aves choquem contra elas.
/pt-pt/springalive/birds-and-windows-25




Conselhos para donos de varandas:

Sparrows preying on a communal lawn, photo by M. Radziszewski
Pardais alimentado-se num jardim comunitário. Crédito: M. Radziszewski
• Plante plantas que encorajem a vinda de insetos, como a alfazema. Muitas aves alimentam-se de insetos;

• Compre alimentadores de aves que se “agarrem” às janelas;
• Coloque uma pequena banheira para aves;

• Associe-se aos seus vizinhos para, em conjunto, criarem um jardim comunitário amigo das aves.



As melhores dicas para as espécies de aves de Spring Alive:


Andorinhões

Os andorinhões têm perdido os seus locais de nidificação, usados ao longo de décadas, o que coloca esta espécie em perigo. As novas técnicas de construção, reparação e renovação de edifícios e mesmo a sua demolição diminuem o número de rachas e fissuras usadas pelos andorinhões. Os andorinhões ficam sem alternativas para construir os seus ninhos.
Os andorinhões têm o hábito de regressar ao mesmo local de nidificação ano após ano. Por isso o melhor que pode fazer por estas aves migrantes de longo curso é colocar uma caixa ninho para andorinhões no topo da parece da sua casa.

Andorinha-das chaminés

Faça pequenos buracos (50 mm de altura por 200 mm de comprimento) debaixo do beiral da vossa garagem ou celeiro, ou deixe uma janela ou porta aberta, e coloque uma pequena prateleira ou plataforma no canto do edifício, num local escuro, para as andorinhas fazerem o seu ninho. As andorinhas conseguem entrar num edifício através de um buraco muito pequeno e precisam de muito pouca luz.
http://www.rspb.org.uk/discoverandenjoynature/discoverandlearn/birdguide/name/s/swallow/encouraging.aspx

Abelharuco

Se vive no Sul da Europa ou no Sul de África plante muitas flores nativas da sua região para encorajar a vinda de abelhas e de borboletas, alimento predileto do abelharuco.

Cuco

Ao construir uma sebe que sirva de local de nidificação para ferreirinhas e piscos estará também a ajudar os cucos, porque estes últimos usam as primeiras como pais adotivos das suas crias. Normalmente estas sebes são também frequentadas por lagartas, incluindo lagartas com pelos, que os cucos adoram comer o que contribui para aumentar a disponibilidade alimentar desta ave.

Cegonha-branca

As cegonhas regressam ao mesmo local de nidificação ano após ano. Se tiver a sorte de ter um ninho de cegonha na sua casa ou jardim, pode limpá-lo para que fique livre de plásticos e fios - mas atenção, não pode fazer esta limpeza quando o ninho estiver ocupado! Pode recolher também todo o lixo do local próximo do ninho para que as cegonhas não o usem.
/pt-pt/springalive/cleaning-surroundings-of-storks-nests-25